by Max Barry

Latest Forum Topics

Advertisement

Novo Brasil Board

Search

Search

[+] Advanced...

Author:

Region:

Sort:

«12. . .190191192193194195196. . .205206»

NLG JORNAL - Notícias Lagunenses Gritantes

SILVERLIGHT EM NLG

Após o processo de abertura de ofertas para compra ou parceria da ATELGUNAS, Agência de Telefonia de Nova Laguna, a Silverlight Telecomunicações, uma das gigantes do ramo de telefonia em Alessandrian Empire, anunciou nesta semana o interesse em criar uma parceria com a empresa lagunense, com o objetivo de expandir a empresa por novos territórios. O Diretor de Marketing da Silverlight William B. Garner juntamente com o Ministro das Comunicações de NLG Milton Santos debateram sobre as recentes perdas da empresa lagunense.

A ATELGUNAS passou por uma crise financeira após o governo de Geovani Santos abrir o mercado de telefonia para empresas privadas. Com isso, a empresa sofreu uma crise depois do número de linhas começarem a crescer em NLG e acabar sobrecarregando a empresa. Como consequência, acabou perdendo a principal zona de atuação no mercado: a Ala Sul Lagunense (região na qual concentra-se boa parte da população). Além desta perda, outros 3 distritos da Ala Norte Lagunense também foram perdidas, ficando responsável apenas por 2 das 3 filiais (As 2 do norte estão ativas e a do sul permanece fechada por falta de capital).

A Silverlight Telecomunicações decidiu em reunião com a administração da ATELGUNAS retomar os 19 distritos que a empresa atuava anteriormente projetando atingir futuramente os 25 distritos existentes no país. Além disso, a Silverlight adquiriu 51% das ações da empresa, restando 49% pro governo de Nova Laguna. Mas a principal meta é a abertura da filial na Ala Sul Lagunense com o objetivo de aumentar de vez o capital da empresa e retomar a liderança no ranking de linhas telefônicas em uso no país.

ATELGUNAS
encontra-se em 7° entre as 11 empresas em atuação em Nova Laguna.

Post self-deleted by Emboabas.

PotiguarPost

TRIBUTAÇÃO REDUZIDA, PROTEÇÃO DA IDENTIDADE DOS DEPOSITANTES, SIGILO BANCÁRIO. ENTENDA A NOVA LEI BANCARIA
A Nova lei bancaria, proposta inicialmente pelo Partido Liberal e aprovada no congresso é vista como uma resposta a Reforma Tributaria proposta pelo Casa das Liberdades, do governo Trabalhista.

A Nova Lei dos Bancos como esta sendo chamada, trás profundas mudanças na legislação bancaria nacional, os principais pontos são tributação reduzida ou até mesmo nula sobre o capital depositado; Proteção da identidade dos depositantes, com a oferta de sigilo bancário quase sempre absoluto; Pouca burocracia financeira – seja para enviar capital, abrir conta ou registrar uma empresa; Facilidade para depositar, movimentar ou retirar remessas.

Segundo o Partido Liberal a proposta visa principalmente atrair capital estrangeiro e consequentemente investimento nacional.

Jiyū to Rengō
_____________________

Ato Híbrido é Abolido

Depois de meses em ação, a Rainha declarou hoje, quase que de surpresa, que o Ato Híbrido será abolido. Depois de pressões internacionais, ela falou que se sentiu obrigada a ignorar os Daimios, e escutar o povo. Além de remover o Ato, a Rainha também anunciou que irá criar programas sociais para ajudar os Híbridos que foram forçados a se mudar durante o período que o Ato Híbrido estava ativo. Para também seguir a Terceira Demanda, a partir de agora tratar qualquer pessoa de maneira diferente por casa da sua raça, é ilegal. O monopólio de Yosai sobre o soro, agora sera abolido, e outras empresas que pretendiam vender o soro em solo Freniano, tem permissão e incentivo a revender soros estrangeiros.

Apesar de ser um grande avanço, ainda é apenas uma das cinco demandas que foram atingidas, e nossa luta ainda não acabou. Também incentivamos a comunidade internacional a não abandonar Freny, e a continuar pressionando o governo a cumprir as outras 4 Demandas. Os Daimos conservadores, disseram que estão decepcionados com a Rainha, e que ela é fraca por ceder a pressões internacionais. A família Kitaero não quis se pronunciar sobre a perca do monopólio nos soros, mas o povo espera que a próxima demanda a ser cumprida seja a Segunda, que irá remover o monopólio deles sobre produtos importados.

#Mestre

Repes: Parcela monarquista da população se revolta com ações de Constantin. Aumenta a desconfiança de parcela mais moderada em relação à integridade do novo governo. Aumento de 1 de radicalidade e 10 de risco de revolta.

Freny: Abolição do Ato Híbrido gera forte descontentamento entre os daimios, e tensão politica aumenta no país. Alguns dizem que uma reforma da Constituição pode ser necessária para que a monarquia "cumpra melhor seu papel divino." Alguns Híbridos que tentam adentrar cidades onde eram banidos sofrem violência de agressores encapuzados. Reduzir 1 em estabilidade e aumentar 10 em risco de revolta.

Abslandia: Rebeldes da R.O.C. assaltam trem a caminho de Ravenholm. Carregamento de armas da Typhoon Arms Corporation é roubado. Rebeldes agora teriam em mão armamentos diversos, de armas de mão à anti-aéreos. Elite Telephassônica pede maior ação pelo governo.

A Rainha Convoca os Daimios

Para discutir sobre o caos que esta Freny hoje, a Rainha decidiu convocar todos os Daimios para uma reunião a capital, Shiro. Na reunião, será discuto assuntos como a perda do Monopólio dos Kitaero, será tentado um acordo sobre as três outras Demandas e possivelmente a centralização do governo. A Reunião não será transmitida ao vivo para o povo, mas haverá gravações dela que serão distribuídas quando ela acabar.

OFF:

Kitaero: Importar produtos é ilegal em Freny. Apenas a família Kitaero tem esse direito, isso foi feito em 1990, pela antiga Rainha (Hinmi). Ela achava que assim seria mais fácil de organizar a economia de Freny, já que essa família já tinha dinheiro, ela esperava que eles revendessem bens estrangeiros em Freny. Mas os Kitaero abusaram desse poder a partir de 2003 (Quando Hinmi morre).

Daimios Liberais: Ou Coalizão Liberal, é composta por famílias mais fracas, que são prejudicadas pela corrupção dos Kitaero, e pela injustiça penal (as famílias mais fortes sofrem sentenças mais leves). Dos membros, apenas uma família, os Gakiba, são considerados fortes. Membros: Yonezu, Amago, Gakiba, Komi e Saitou (5 famílias)

Daimios Conservadores: Apenas querem manter o poder que tem. Não possuem uma "aliança", como os Liberais, mas são contra algumas das políticas deles, pois perderiam o poder que tem. Esses são os Daimios mais fortes de Freny, e há grandes rivalidades entre eles. É difícil que se unam por uma causa só. Membros: Matsuda, Kitaero, Nagataki e Agurishi. Deles, apenas os Nagataki são fracos.

Mapa de Freny: https://imgur.com/a/9FdR0SB

Mestres: Magna Atlantica, Imperio de Jandira

Eu queria que o resultado da reunião seja feito por rolamento de dados, por isso marquei os mestres.

Todos os nove Daimios vão participar da reunião (mais os Takazaki, família da Rainha).
Será discutido o seguinte:

  • Se os Kitaero devem manter o monopólio deles sobre importações (Isso prejudica todos os Daimios, mas os Kitaero tem dinheiro e influência suficiente para manter as outras famílias caladas, até agora);

  • Formar um acordo entre os Daimios Liberals e os Conservadores, e tentar cumprir, ou modificar as três Demandas (Os Daimios Conservadores estão em menor número [há 4 deles], mas são famílias mais poderosas, ricas e influentes);

  • A Centralização de Freny, essa é uma sugestão da Rainha, ao ver o quão instável Freny está. Ela vê que essa é a única solução.

Aqui uma lista das Demandas que ainda faltam serem discutidas:

  1. Que todos os Frenianos sejam tratados de forma igual perante a lei, independente da sua família;

  2. Que a censura em Freny acabe, e a liberdade de expressão garantida por lei;

  3. Que os Daimios não possam mais ter exércitos pessoais, apenas os Takakazi, e que esse exército seja usado para assuntos que envolvam a nação inteira (ex.: Guerras, voluntários, treinamentos...).

Sobre as outras duas demandas, a sobre o Ato Híbrido já foi cumprida, e a da abolição do monopólio dos Kitaero será discutida na reunião.

Vou deixar aqui uns argumentos que os dois lados estão usando, caso queiram usar para influenciar os rolamentos:

Para manter o Monopólio dos Kitaero: A família Kitaero diz que estão protegendo o mercado de Freny de guerras comerciais com outras nações, que mantendo esse monopólio, eles podem manter um certo protecionismo em Freny. E também garantir que apenas os melhores produtos entrem na nação, e evitar que contrabando entre e saia do país, já que tudo é revistado para ter certeza que nada importado entre em Freny.

Para retirar o Monopólio: Os Daimios Liberais dizem que esse monopólio é a principal fonte de corrupção em Freny. E que estão apenas segurando a economia, impedindo que ela alcance o verdadeiro potencial que tem. Também mencionam que os Kitaero estão prejudicando todos os Daimios, ferindo a economia de todos.

Pontos dos Conservadores sobre as 3 Demandas:

  • Demanda 1. :Eles dizem que para manter a ordem e estabilidade em Freny, precisam manter certos privilégios, como sentenças mais leves caso algum membro de uma das famílias deles seja injustamente acusado.

  • Demanda 2. : Para manter a estabilidade em Freny, qualquer informação que comprometa a reputação de um Daimio, independente de quão importante ele é, será proibida de ser publicada. A censura contra críticas no governo foi apenas uma resposta ao movimento que os Liberais causara, e disseram também que quando essa situação se acalmar, pretendem reduzir a intensidade da censura.

  • Demanda 3. Eles dizem que para manter a segurança nos Daimios deles, é necessário que tenham um exército próprio, e não dependam do governo.

Pontos dos Libeiras sobre as 3 Demandas:

  • Demanda 1. : Os Libeiras falaram que esse ponto é bem autoexplicatório, eles dizem que a Era de injustiças acabou, e que para modernizar Freny é necessário que todos sejam tratados de forma igual. Essas injustiças em todo o sistema estão afetando Freny de maneira muito negativa, impedindo que a nação consiga garantir um futuro como uma nação poderosa no mundo inteiro.

  • Demanda 2. : Disseram que a censura não é necessária, e também apensa prejudica Freny. Já foi mostrado inúmeras vezes no mundo inteiro que a liberdade de expressão apenas garante que ideias proliferem livremente no país, fazendo que se desenvolva de maneira melhor.

  • Demanda 3. : Os Daimios não precisam de um exército, já que centralizando o exército, ele poderá agir de maneira muito mais eficaz. Além de que, os Daimios possuírem um exército é uma séria ameaça a estabilidade do governo.

Pontos da Rainha a favor da centralização do país: Para tomar decisões mais rapidamente, Freny precisa estar unida. Além disso, o governo estar divido em mais de 10 pessoas, cada uma tendo uma influência diferente nas decisões do governo, está causando mais instabilidade em Freny, e dividindo ainda mais o país. A Rainha afirma que os Daimios não irão perder suas posições, e também diz que se desejam o melhor para Freny, irão ser a favor da centralização do governo.

República Internacional dos Marturianos
International Republik der Marturien
Ohunàkọsílẹ laarinorilẹ ti awon Martureniyan
Oréokaguasu Mahuá Marturabá'pe

[Fragmentos do jornal "Zorra Diária - Sua fonte de notícias desde 1928"]

Fim do Ato Híbrido em Freny

O governo, em nota, parabenizou a Rainha de Freny mas realçou que este era apenas o primeiro passo para garantir que os híbridos sejam realmente aceitos no país e que a República Internacional dos Marturianos continuará dando abrigo aos híbridos frenianos que não se sentirem confortáveis em retornar à sua nação.

Também foi dito que Martúria continuaria fazendo pressão política em orgãos internacios para que as outras demandas sejam aprovadas pelo governo freniano.

Medidas de investimento no setor de Varejo são aprovadas pelo Congresso Nacional

Há algumas semanas atrás o presidente Zarkin havia anunciado um pacote de medidas em benefício ao setor de Varejo no país que hoje, após sua aprovação no Congresso Nacional, entrará em vigor.

Os economistas veem de forma positiva o investimento governamental no setor terciário do país, considerado vital para a economia marturiana.

Aynna

Notícias de Aynna
Portal de notícias do país no exterior

Araz Baha comemora tratado com Repes

O Presidente do Estado de Aynna, Araz Baha, anunciou em vídeo acordo econômico com o Império de Repes. O Império Repeseano se tornará comprador prioritário do petróleo produzido por Aynna. No vídeo, o Presidente disse:

    "Vemos esse tratado como um fortalecimento do Estado de Aynna e o início da destruição das forças Revolucionárias que por muito tempo minaram qualquer chance de crescimento e estabilidade na região."

Em contrapartida, o Ministro do Exterior, Birzo Ragir, no mesmo vídeo, revelou outros pontos do acordo entre os dois países:

    "Foi acordado também que Repes servirá parte de nosso exército com armamentos e treinamento militar de mais alto nível. Poderemos também contar com a ajuda bélica do país, além de pessoal capaz de transformar esse 'novo' exército em uma força de elite que não fica atrás de algumas das potências estrangeiras."

O Ministro da Defesa, Çem Berzan, que também estava presente, completou a fala de Birzo Ragir, explicando que:

    "Essa parte do exército de Aynna não será composta de toda o nosso corpo militar, mas de um segmento dela, será composta pelos melhores, que se tornará uma força de elite preparada para defender os interesses da nação de maneira inteligente, capaz de decidir a 'batalha campal' que assola nossa nação, essa nova força ficará conhecida como
    Hêza Xwedê ji bo Parastina Neteweyê, ou simplesmente Hepane."

O Presidente, que não conseguia esconder a felicidade, finalizou:

"Ganhamos Rehana, agora tudo é questão de tempo até que tenhamos nas mãos a sua cabeça."

O anúncio veio tempo após o maior atentado terrorista da história recente do país, que havia deixado aproximadamente 90 mortos.

Avui
Diari Digital

Emenda Constitucional

A Assembleia Nacional aprovou, nesta madrugada, a primeira emenda constitucional. Embora o tema fosse polêmico e houvesse resistência considerável, houve um acordo entre Governo e oposição que permitiu a alteração de dois artigos constitucionais relacionados à nacionalidade.

A partir de agora, o cidadão venardo poderá adquirir nacionalidade estrangeira desde que reconhecida a possibilidade de dupla cidadania também pelo país que outorgará a segunda cidadania. Também os descendentes de venardos poderão adquirir cidadania venarda sem abdicar da cidadania do país em que nasceram.

Emenda constitucional nº 1/2021

Altera os arts. 16 e 63 da Lei Fundamental do Reino da Venárdia.

Art. 1º - O art. 16 da Lei Fundamental do Reino da Venárdia passa a viger com a seguinte redação:

“Art. 16 - É permitida a dupla cidadania, desde que haja reciprocidade do governo estrangeiro.
I – Também é permitida a aquisição de cidadania de cidadania originária reconhecida por lei estrangeira.
II – O descendente de venardo tem direito a requerer a cidadania venarda até a quarta geração, tanto pela linha paterna como pela materna.”

Art. 2º - O art. 63, I, passa a viger com a seguinte redação:
“Art. 63 [...]
Inciso único – Caso o cidadão banido tenha adquirido cidadania estrangeira entre seu banimento e a promulgação desta constituição, poderá, vista a excepcionalidade da situação, manter as duas cidadanias, mesmo que o governo que concedeu a cidadania não tenha convênio de reciprocidade com a Venárdia.”

Art. 3º - As alterações passam a viger a partir de sua publicação no Boletim Oficial do Reino.

Domenicus rex
Domenicus Rouanet ministrus principalis

Off.: Mestre Imperio de Jandira

POTIGUAR POST

AÇÕES FECHAM EM ALTA COM ACORDO COMERCIAL ENTRE OADU E ALEXANDRIA E PERSPECTIVA DE INVESTIMENTO ESTRANGEIRO

Os principais índices do mercado de Emboabas de ações fecharam em alta, com otimismo sobre o acordo comercial entre Emboabas e os Alessandrian Empire e com a divulgação e novas medidas de estímulos pelo banco central de Emboabas. A bolsa de Ferax et Foecunda fechou com alta de 1,25% a 28.543 pontos e a de Potiguar com alta de 1,15%, com 3.085 pontos.

O Monarca, Alessandro XI , disse que a primeira fase do acordo comercial com a Emboabas foi um grande passo para estreitar relações com Agrotera e Emboabas e que logo em seguida começarão as negociações entre os dois países para a segunda fase do pacto, que envolvera Znatsnaz. Ha também a expectativa no mercado sobre o investimento estrangeiro e uma possível constituição de uma Joint Venture envolvendo a empresa de TI AJA de Emboabas e empresas de Alessandrian Empire e Znatsnaz.

“Não obstante, a Emboabas adotou medidas adicionais de liquidez para garantir que a economia receba um impulso adequado no início do ano”, disse o analista da Oanda, Andrew Robinson. Isso porque o Banco do Povo de Emboabas (BPoE), vai reduzir a taxa de compulsório bancário.

Mestre: Magna Atlantica

Sob os auspícios dos ideais dos heróis mártires fundadores da Republica, em representação máxima do povo da Republica de Emboabas e da egrégia família Schimilovski da Monarquia Constitucional de Alessandrian Empire reunidos em Potiguar – EB no uso dos poderes investidos constitucional e legalmente por suas respectivas nações, os Chefes de Estado a fim de fortalecimento dos laços culturais, políticos e econômicos

CONSIDERANDO o reconhecimento mútuo entre as partes deste acordo enquanto nações democraticamente estabelecidas sob a jurisprudência da escolha de seus povos.

CONSIDERANDO a prerrogativa básica da democracia na incansável luta em defesa das liberdades civil, política, religiosa e intelectual de todos os povos.

CONSIDERANDO a crescente necessidade de solidificação de relações amistosas entre as nações livres, a fim de garantir os direitos frente aos abismos da ignorância e despotismo.

CONSIDERANDO que o presente tratado visa o crescimento e desenvolvimento mútuo entre seus signatários e uma relação prolífica.

CONSIDERANDO que os termos aqui dispostos permitirão uma cooperação dinâmica e articulada em diversos âmbitos aumentando a esfera de atuação internacional das partes deste tratado.

RESOLVEM

    Artigo 1º - Acordo de Cooperação Econômica, Abertura Comercial livre de taxas alfandegarias nas áreas limites deste acordo a fim de fortalecer as relações macroeconômicas entre as partes ampliando o espaço de comercialização, favorecendo a livre concorrência dos mercados nacionais nas seguintes áreas;

    I) Fica livre a circulação de bens, serviços e fatores de produção, eliminando as barreiras tarifárias e não tarifárias no comércio entre os Estados-Partes nas áreas Agrícola, Aeronáutica, Alimentícia e Armamentista;

    Artigo 2º - Fica estabelecido um encontro anual de cúpula entre os signatários deste acordo, a fim de discutir e deliberar emendas a este tratado e/ou quaisquer assuntos que se julguem importantes.

    Parágrafo Único - O presente acordo seguirá para apreciação, análise e ratificação dos governos das nações signatárias

      Potiguar/EB, República de Emboabas, 21 Janeiro 2020.

      Sua Excelência, o Imperador Alessandro XI de Alessandrian Empire
      Sua Excelência, a Presidente da Republica de Emboabas Mellie Grant

Read factbook

⚜️ Le Lysandean Fois
Le premier de Telephassa

Deputada híbrida caminha para ser futura Porta-Voz da Duma dos Lysios!

Eleita por três vezes consecutivas Deputada por Toussaint, Juliette Jaguarondi é, segundo os tabloides, a mais provável candidata à Porta-Voz da Duma, isto porque os seus índices de popularidade excedem o de qualquer outro candidato confirmado para as eleições de 2021. Para que um deputado seja eleito Porta-Voz (Presidente da Câmara), ele tem de alcançar o maior número de votos dentre todos os concorrentes, ou seja, o candidato mais popular.

Jaguarondi, natural de Ville Bertrand (TOU), é a única filha do procurador lysandês Claude Jaguarondi e da antropóloga tigrino-jandirense Marianne Kippenberger, ambos híbridos leões. Durante a juventude, mudou-se para Bardan quando o pai foi promovido ao cargo de Procurador da Chancelaria Imperial, e lá se envolveu com movimentos estudantis, entre eles a União dos Jovens Híbridos Lysandeses. Em 2004 candidatou-se pela primeira vez à deputada, mas não foi eleita. Em 2007, durante o maior convenção híbrida do país na cidade de Saint Quincy, ascendeu como uma figura chave e uma porta voz respeitada na comunidade híbrida, sendo eleita no mesmo ano, na posição de 12ª deputada mais votada. Desde então, tornou-se uma figura pop, sempre marcando presença em programas de televisão, eventos políticos e culturais.

Na semana passada, Jaguarondi disse já ter um plano de governo traçado, sendo ele o mais igualitário possível, visando traçar um caminho verdadeiramente modernizador para o Império Lysandês.

COMUNICADO OFICIAL DO REINO DE IRHK

Após semanas de negociações entre os representantes de Repes e Bonderlands, a histórica tensão entre os dois países, iniciada em 1956, parece ter chegado a uma conclusão pacífica. Com a mediação do Gabinete de Diplomacia do Reino de Irhk, ambos os países discutiram os termos do acordo assinado hoje pelas partes envolvidas. O acordo foi publicado oficialmente pelo Reino em um comunicado feito esta manhã no Palácio de Zerrik.

O Gabinete de Diplomacia do Reino de Irhk faz saber, por meio deste, que o Império de Repes e a República Autônoma de Repes do Sul, chegaram aos seguintes termos:

I. Repes suspenderá o embargo imposto a ilha desde os eventos de 1956;

II. A República Autônoma de Repes do Sul juntar-se-á ao Império de Repes tendo seu modelo de governo, cultura respeitados, além de Executivo, Legislativo e Judiciário próprios e soberanos;

III. A defesa dos territórios da República Autônoma de Repes do Sul será feita através de Repes;

III.A. Assentos serão concedidos a R.A. no sistema político central repeseano como forma de representação interna, conforme acordado entre as partes em Zerrik;

IV. Todo o arsenal químico e biológico em posse da república autônoma será transferido a Omnigrado para análise e desmantelação em até dois anos após a assinatura do tratado.

V. Um grupo de observação será designado para Omnigrado, destinado a observar o processo de adoção das medidas aqui acordadas.

VI. A República Autônoma de Repes do Sul manterá uma força de segurança interna, a ser respeitada pelo Império de Repes, como forma de representação própria no exterior.

Assinam este acordo:
Rei Willem Al-Sayf II de Irhk
Dmitri Yanovich, Primeiro-Ministro Interino de Repes
Viktor Alexeynich, Presidente da República Autônoma de Repes do Sul

Yeika Media Group
Business & Finance

Analistas descrentes com medidas de apoio ao setor varejista em Marturians

A maioria dos analistas que estudaram o pacote de medidas do governo da Martúria para incentivar ainda mais o forte setor varejista do país está descrente que o programa possa ter resultados positivos no curto prazo. Entre os motivos para a analise estão questões de ineficiência burocrática e entraves na legislação tributária que permitam o surgimento de grandes empresas martúrias de escala global.

O país, que já é um centro de comércio e logística importante em Agrotera, precisará continuar modernizando sua legislação para acomodar empresas varejistas de grande porte.

O investimento direto se baseia no atributo de investimento Atratividade. Para ser bem sucedido, a rolagem tem que ser igual ou menor que a atratividade do país.

Marturians tem atratividade 12. Sua rolagem foi 18. Portanto, falhou.

Tratado Aynna-Repes pode levar a dependência da república Deshret

O acordo econômico-militar entre Omnigrado e Aynna apesar de fortalecer no curto prazo a indústria da pequena república líder do setor petroquímico global, pode ter consequências negativasn o longo prazo. O país, assentado sobre as mais concentradas reservas de petróleo de alta qualidade do mundo, é responsável pela mais próspera indústria petroquímica de Tellus. O Império, por sua vez, não possui até então quaisquer reservas do recurso natural, e agora terá garantido uma fonte segura de petróleo. Em troca fornecerá proteção e apoio no desenvolvimento militar da nação deshret.

O acordo, entretanto, pode resultar numa dependência da nação Deshret em relação à nação Aldaniana, que ao se tornar compradora prioritária, diminui a capacidade da pequena república de negociar a commodity a preços de mercado. Analistas estão divididos: alguns consideram uma troca vantajosa, já que Aynna encontra-se numa posição isolada geopoliticamente. Outros temem que o acordo estrangule a capacidade de crescimento do país, que se torna ainda mais dependente da commodity.

O país já opera em um enorme déficit.

Numa modalidade diferente de acordo comercial, ao invés dos países "trocarem" pontos em industrias, Aynna ganha industria petroquimica em troca da proteção militar de Repes, que tem seu gasto aumentado.

Acordo comercial entre Alessandrian Empire e Emboabas fortalece comércio Agrotera-Feorland

O acordo comercial em áreas estratégicas entre o Império Alessandrino e a República de Emboabas promete aumentar o fluxo de comércio entre os dois continentes e trazer prosperidade para as duas nações, abrindo caminho para crescimento da região.

O acordo elimina tarifas nos setores aeronáutico, agrícola, alimentício e armamentista, tornando ambas as economias mais especializadas e competitivas, favorecendo o complexo militar-industrial Emboaba e o agronegócio Alessandrino.

Em um acordo comercial tradicional, cada país ganha pontos nas industrias nos quais são mais fortes e perdem nos que são mais fracos.

Portanto, Emboabas ganha 1 ponto em Aeronáutica, 1 em Armamentista, perde 1 em agricultura e 1 em alimentícia.

Alessandrian ganha 1 ponto em Agricultura e 1 em Alimentícia, perde 1 ponto em Aeronáutica e 1 em Armamentista

Emboabas, Venardia, Marturians, and Anglannd

#Informes da Mestragem - Mais informações sobre o sistema econômico

Embora os jogadores possam fechar quantos acordos econômicos quiserem num turno, apenas um de cada tipo (Específico ou Livre Comércio) terá efeito naquele turno. Os demais ficam na "fila" para os turnos seguintes. Então se planejem desta forma.

□■□The Briefetry Diary□■□

Vossa Majestade Real, a Rainha Anna acabou de sancionar uma série de medidas do Primeiro-ministro Andrey Vertigoly, do Partido Conservador, as medidas pro-livre mercado e pro-meio ambiente visam promover um mercado sustentável junto de abertura econômica e trabalhista. As principais medidas são:

-Aumento do limite de horas semanais trabalhadas de 38 para 42 horas.

-A licença maternidade passará de 8 para 6 meses, e será custeada pelo governo.

-A licença paternidade sera reduzida de dez para seis dias, podendo ser renovados por mais seis dias caso o empregador aceite.

-Não existirá mais limite de horas trabalhadas por dia.

O The Briefetry Diary deve ressaltar que a legislação trabalhista de Brolhetaria já ė um tanto flexível, com muitas coisas podendo ser negociadas entre patrão e trabalhador, porém, essas novas medidas visam dar ainda mais liberdade para as empresas e trabalhadores, podendo ter mais flexibilidade em suas decisões. Por sua vez, as principais medidas econômicas são:

-Fusão de todas as alíquotas sobre consumo em apenas uma de 12% que incidirá sobre todos os produtos. A fusão une as antigas três alíquotas de 10%, 6% e 15% cobradas anteriormente.

-Também haverá fusão nas alíquotas de imposto de renda para pessoa física e jurídica em uma única taxa de 16%, substituindo as anteriores de 20% e 26% respectivamente.

-Empresas que provarem que reciclam poderão ter uma diminuição de 10% em seu imposto de renda.

-A unificação da maioria dos impostos nacionais em apenas um, o Imposto sobre Bens e Serviços. Este novo imposto tera alíquota única para todos de 12%, sem regimes especiais. Além disso, trata-se de um imposto não-cumulativo, que incide apenas sobre o valor adicionado. Essa medidas visa unificar a grande maioria de impostos diferentes que incidem em cada setor da indústria.

As medidas passaram a valer imediatamente após sua sanção pela Rainha.

Veleste wrote:Velestian Times

Depois de meses sem conexão internacional, Veleste volta a "funcionar" tecnologicamente

"Todos os sistemas de rede Ethernet foram retomados nesta manhã conforme programado." - Moro-Aldo

Após o ataque sigiloso a IPs de relação Velestiana, conexões DNS foram interrompidas e consequentemente, databases e pontos de ancoragem foram infectados por um vírus de origem desconhecida. Horas depois, surgiram as primeiras denúncias de ataques a comunas nas Repúblicas de Quedáguà, Communia e em Hollandse koloniën, em seguida, haviam se espalhado para o centro e norte do país. As denúncias chegavam ou pelo jornal físico, ou por mensageiros em cavalos, tendo o meio de informação tecnológico comprometido.

Os ataques que aconteceram ao sul do país, tinham proveniência de animais humanóides de variadas espécies, que portavam armas de fogo não identificadas e bombas caseiras, porém avançadas. A primeira notícia surgiu em Hollandse koloniën, onde seis conselheiros foram decretados desaparecidos pela população, que não quis se pronunciar sobre o caso, a notícia conseguiu ser transmitida por rádio internacionalmente porém não continha muitos detalhes, e vários jornais tanto em Veleste como no exterior, interpretaram de várias maneiras diferentes. Não se sabe a origem dos ataques ou mesmo o número de mortes civis pela dificuldade informativa, quaisquer estimativa é descartada até agora. Ataques ao norte também aconteciam, mas estes eram de proveniência de cidadãos velestianos, que invadiam terras cultivadas para fazer a colheita sem a permissão comunal, testemunhas relataram que era de extrema importância acumular os estoques para o caso de uma guerra.

Três dias depois do ataque cibernético, chegava ao alto escalão da Armada Confederativa de invasões ao sul, consequentemente, Moro-Aldo decretaria a Ordem Pós-Comunal (similar ao Estado de Sítio). Após o primeiro confronto nos arredores de Deságuò, o "Chefe de Governo" Representante do Interior Paulo Fonseca declara Simulum Guerra tendo todas as indústrias chave sindico-federalistas indo sobre a administração militar. Com a Ordem Pós-Comunal, a mídia estaria restrita de exportar informação ao exterior, no caso, jornais seriam vendidos apenas dentro de Veleste e comunicações de rádio que ainda funcionavam, fossem privadas somente a estações locais, sem redirecionamento ao exterior. O trânsito internacional, com exclusividade a Alessandrian Empire tinha sido limitado somente a carga e serviço de entregas. Já a Simulum Guerra deixaria os militares e voluntários armados com autoridade temporária dentro das comunas, deixando uma parte dessa população com a orientação de imigrar temporariamente para os Alpes Centrais ou para o norte.

Várias comunas estavam sem uma administração decente pela falta das comunicações, o que acarretou a trabalhadores estimando sua própria produção com base na procura do mercado. Os Conselhos Regionais estavam com o receio de que sem a falta de comunicação e cálculo, as suas indústrias ficariam sem ordens ou com uma produção errada e que teriam que exportar das Federações Sindicais, que no momento, estava com produção voltada ao esforço bélico. Além da preocupação com a produção agrícola, que por sua via, era muito vital para a sobrevivência e sustância das comunas médias. Mas, as indústrias locais souberam lidar com as demandas da população e continuaram a produção substancial, com os populares dando estatísticas e previsões no papel sobre o mercado para o estudo dos industriais e dos agricultores.

Nos dias finais do caos, com as forças armadas tendo anunciado a localização do último reduto animal para o Conselho Geral, os conselheiros haviam entregado um relatório para todos ali presentes, junto com um manifesto operário e agricultor, pedindo que mercados livres fossem praticados em comunas de porte médio e grande, tendo em vista o serviço cumprido relativo ao de Planejamento Comunal. Grande parte do alto escalão militar repudiou o ato e sugestão popular, tendo eles ordenados por rádio para que as localidades ao redor da origem do manifesto fossem ocupadas. A ação militar foi de péssimo exemplo para os cidadãos ocupados que se revoltaram e retomaram os meios de produção com suas próprias armas.

Neste acontecimento, o alto escalão se dividiu em dois:

Constitucionais, que queriam que as leis vitais da Confederação fosse exercida, entre elas, a rejeição do mercado livre. Em adição eles tinham em mente ocupar e julgar os insurgentes populares que atacaram militares.

Set Vacua, que apoiaram o levante popular e reconheceram a aclamação da população local. Apesar de irem legalmente contra Veleste, não relatavam que o país iria se tornar um país capitalista, porém somente ter outra percepção de mercado, enquanto que os trabalhadores seriam donos dos meios de produção.

Por sua via, o Conselho Geral também se dividiu em dois, com os conselheiros que defendiam a constituição vital que apoiavam os Constitucionais tendo expulsado os apoiadores do Set Vacua, o que ocasionou em um petit-coup-d'état. Consequentemente, acontecera uma guerra civil dentro das forças armadas, que não durou mais do que dois dias, com os Constitucionais tendo sido facilmente apreendidos pela maioria dos soldados que apoiavam a população e os conceitos militares de aclamação popular. Neste acontecimento, Paulo Fonseca fora executado por traição sem julgamento e Moro-Aldo fora afastado do cargo de Representante do Exterior por não tomar partido e ter ficado neutro no caso.

Todavia, a Ordem Pós-Comunal e a Simulum Guerra havia se estendido, mesmo depois da confirmação do último insurgente animal ter sido morto. Agora, sem Representantes e com metade dos membros do Conselho Geral acusados e/ou executados, o novo grupo no governo confederativo anunciou que irá convocar eleições, porém sem nenhuma estimativa de quando. Em entrevista informal, o novo grupo se auto-entitulou de Spectros Luminem, e afirmam que até as eleições, eles irão fazer purgas nas forças armadas e nas comunas que ainda apoiam os Constitucionalistas para que as eleições possam ter nenhuma repudiação interna ou rejeição por parte dos já eleitos. Hoje, com as comunicações de volta, podemos respirar tranquilos vendo a poeira abaixar, boa noite, boas festas, e tenham um feliz 2061.

Sinceramente, a redação

#1 Pesquisa em Postulatum: ataque terrorista
#2 Pesquisa em Postulatum: Animal ou híbrido?
#3 Pesquisa em Postulatum: o que é um híbrido?
#4 Pesquisa em Postulatum: nóticias online VT
#5 Pesquisa em Postulatum: o que faz um híbrido ser forte?
#6 Pesquisa em Postulatum: como matar um híbrido?
#7 Pesquisas relacionadas em Postulatum: como se tornar um híbrido?
#8 Pesquisa em Postulatum: aonde animais compram soro
#9 Anúncios em Postulatum: Soro Hibridizante TigerTM
#10 Pesquisa em Postulatum: armas que matam animais grandes

Comunicado Oficial da Ordem Interina de Veleste

A imagem mostra um enorme saguão ao que se parece ser a antiga sede do Conselho Geral, nota-se que várias partes do ambiente estão com marcas de tiros e sangue seco, uma enorme plateia se levanta para ouvir a pessoa no palanque central

Com a palavra, o excelentíssimo governador Stupebant Spettro

Saudações Velestianos, pela primeira vez nós temos uma conexão direta. Lamento a todos pelo corte das comunicações oficiais por rádio-televisão pela Ordem Pós-Comunal decretada quando tudo aconteceu. Muitos de vocês me conhecem pelo nome, enquanto outros me viram em batalha, eu venho aqui para relatar os esforços de nossa guerra e o último dia da Ordem Interina.

Ele pega uma folha do palanque e começa a ler

Após o golpe orquestrado por Paulo Fonseca, o Conselho Geral fora dissolvido quando os membros de nossa causa foram expulsos para os Constitucionalistas preservarem o poder, ferindo a democracia. Capturado e julgado pela Ordem Interína, ele foi executado por traição aos Pactos e a Confederação. Seu nome na história de Veleste será ridicularizado e então esquecido. Moro-Aldo por sua vez foi preso e interrogado pelas novas Forças Confederativas, apesar de colaborar com Fonseca na última administração, ele foi solto e deposto de seu cargo de Representante do Exterior por ferir a soberania de Veleste.

Ele respira fundo, e retorna a fala

Nossa nação entrou em uma guerra civil, uma guerra daqueles que não aceitaram o progresso contra aqueles que respeitaram vossas opiniões. Nós ouvimos o vosso clamor povo Velestiano, sua autonomia sempre será respeitada. Em meses conseguimos fazer mais do que o Conselho Geral fez em uma só administração.

Colocando a folha na mesa novamente, ele conclui

Vocês nos chamaram, vocês nos ajudaram, e está na hora de nós retribuirmos tudo o que prometemos. Em breve começaremos uma nova era poítica, de liberdade, autonomia, e progresso. Eu declaro extinta a Ordem Interina e a Ordem Pós-Comunal e proclamo a Confederação Supranacional de Veleste, o Conselho Geral será dividido etnicamente com todos as diferentes etnias signatárias da Confederação tendo o direito de votaram pela sua. As eleições gerais de Conselho e Representantes começarão na próxima semana. Quero que fique claro para todos que estão nos assistindo, que Veleste não será mais subjugada a políticos ou agendas, de agora em diante somos uma nova Confederação. Hajlo!

Todos presentes repetem

Hajlo!

Eu tive que pegar um acontecimento anterior ao reboot para continuar a história, porém não precisa ser necessariamente esta. Os motivos de Veleste ter tido uma guerra civil foi uma falha total dos meios de comunicação, a razão desta falha é canônica e pode ser alterada caso os Mestres disserem que devem ser diferentes do reboot, pois há também outras formas de descrever a razão como um ataque cibernético que não seja causado por híbridos triginos e que não seja global (caso o que aconteceu). Mestres por favor entrem em contato por telegrama ou whatsapp se for o caso e eu irei editar este post de acordo com o que será planejado. Obrigado.

Emboabas wrote:Potiguar Post

POLÍCIA DE FRONTEIRA FAZ MAIOR APREENSÃO DE MACONHA DO ANO 8 TONELADAS EM ENTREPOSTO DO TRÁFICO
Dentro de depósito, foram encontrados 7891 kg de maconha e 117 kg de substância para preparo de cocaína, na zona rural de Deid, Policia da Fronteira afirma que drogas vieram de Veleste e Mizton.

Policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) apreenderam na madrugada quase oito toneladas de maconha escondidas dentro de uma casa que funcionava como entreposto do tráfico. O flagrante ocorreu em uma fazenda no município de Deid. Segundo a polícia, equipe fazia patrulhamento pela região e avistou movimentação suspeita na propriedade rural.

Chegando lá, encontrou 7 homens sendo 2 de nacionalidade Veleste 3 de Mizton e 2 de Alessandrian Empire que armazenavam, no interior do imóvel, 7.891 quilos do entorpecente. Questionados, informaram que a droga vinha Veleste e Mizton tinha como destino Ferax et Foecunda em Emboabas e Znatsnaz.

Ainda na casa, os policiais apreenderam 117 quilos de uma substância utilizada no preparo da cocaína, que tinha como destino segundo os homens apreendidos Imperio de Jandira.

A ocorrência foi trazida para a Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira), em Sacul, e as homens autuados em flagrante pelo tráfico internacional de drogas. De acordo com o comandante do DOF, coronel Marcos Paulo Gimenez, essa é a maior apreensão de maconha do ano feita pelo Departamento.

Comunicado da Confederação Supranacional de Veleste

Nota do Departamento Superior da Milícia Voluntária Popular

Notificamos a nação de Emboabas que Veleste é uma nação com restrições de apenas Anfetaminas e Alucinógenos, e que as fronteiras internacionais podem não conter postos de vigia e fiscalização, salvo somente comunas que aceitam este tipo de instalação confederativa. Se a nação quiser impedir a entrada de narcóticos legais Velestianos, a mesma deverá fazer sua própria fiscalização. Em questões de tráfico internacional de drogas, Veleste respeita as leis de outros países e consente que seus cidadãos sejam julgados por estes.

___________Jitsu|Gyo___________

De Freny para o Mundo
______________________________

A Reunião de Shiro - Resultados

Quase que exatamente duas horas após a reunião acabar, a gravação dela foi transmitida em vários canais de TV por toda a Freny. Uma hora depois de passar na TV, o vídeo da reunião foi publicado em vários perfis do governo por vários sites pela internet, não antes de uma gravação das transmissões de TV serem postados por civis. A gravação tem quase 6 horas de conteúdo sem edição ou cortes (como prometido pelo governo, antes da reunião acontecer). Essa reunião foi muito importante para decidir o futuro de Freny, e para ajudar aqueles que não querem ou não tem 5 horas para ver a gravação inteira, iremos resumir ela aqui:

A Discussão sobre o Monopólio: Essa, foi inesperadamente a parte mais rápida da reunião. A maioria dos Daimios era contra o monopólio dos Kitaero, e isso se mostrou bem nessa parte da reunião. Porém, uma pequena parcela deles apoiavam os Kitaero, dizendo que eles estão apenas protegendo Freny dos perigos do mercado estrangeiro. Esses argumentos não foram o bastante para convencer a maioria, e com 5 votos a favor da abolição, e 4 contra, o monopólio dos Kitaero é abolido. Os liberais ganharam, por pouco.

A Discussão sobre a Igualdade em Freny: A Igualdade perante a lei era um tópico polêmico para os Daimios. Mas durante a discussão, da para perceber que os Conservadores tiveram dificuldades em oferecer bons argumentos contra dela, e os Liberais conseguiram defender o argumento de que essa desigualdade em Freny está humilhando a nação, fazendo com que nações de Tellus, incluindo de Tenshima, vejam Freny como uma nação atrasada. Os Liberais convenceram os Conservadores, e ganharam nesse ponto. Com 6 votos a favor da igualdade, e 3 votos contra, todos os Frenianos, independente de sua família, agora são tratados da mesma maneira.

A Discussão sobre a Censura em Freny: Foi a parte mais longa da reunião. Ambos os lados estavam dando argumentos a bons sobre a censura, mas, já que os Liberais ganharam as últimas duas discussões, os Conservadores sentiram que tinham que ganhar essa. Quase que milagrosamente, eles mostraram que conseguem ignorar as rivalidades, e até convencer alguns Liberais. A Censura em Freny permanece, com 6 votos a favor dela, e 3 votos contra. Os conservadores conseguem a vitória.

A Discussão sobre os Exércitos Pessoais: No começo, a maioria dos Daimios se mostrou a favor de manter seus exércitos pessoais. Porém, depois de um discurso inspirador pelo Daimio Nobayasu, do clã de Amago, em que argumentava que Freny poderia manter suas tradições, mas alcançar o Ocidente e se modernizar ao mesmo tempo, ele contou a força que um grande exército centralizado pode ter, usando grandes Impérios Ocidentais como exemplos e como esses mesmos Impérios conseguiram derrotar Tenshima no seu momento mais forte. Ele conseguiu convencer até os Daimios mais conservadores, e por unanimidade, os Daimios votaram a favor de centralizar o exército, banindo os exércitos pessoais deles. Os Liberais também ganharam essa discussão.

A Discussão sobre a Centralização de Freny: Deu pra sentir a tensão no ar nesse momento da reunião. Os Daimios, ainda inspirados pelo nobre discurso de Nobayasu, que trazia uma ideia forte de nacionalismo, e que com uma industria e exércitos fortes trariam grandeza a Freny, surpreendentemente, os Daimios pareciam estar a favor de finalmente centralizar a nação. A Rainha ainda fortaleceu essa chance, dando uma brilhante defesa a favor da centralização, assim como Nobayasu mostrando Impérios antigos e atuais Ocidentais, e o poder que uma nação unida pode fazer. Mas, apesar dessas ótimas defesas, por um voto, Freny continuará descentralizada.

Essa pequena diferença na parte mais importante da reunião, fez com que ela acabasse num ar de frustração. Os liberais conquistaram a vitória na maioria das discussões, porem essa última derrota, e um novo espírito nacionalista, os deixou querendo mais. Ainda se espera para ver qual resultado essa reunião terá no povo freniano, mas se acha que serão muitos. Os ventos da mudança ainda não pararam de soprar em Freny, e se espera que muito ainda mude nos próximos meses.

Freny wrote:___________Jitsu|Gyo___________

De Freny para o Mundo
______________________________

A Reunião de Shiro - Resultados

Quase que exatamente duas horas após a reunião acabar, a gravação dela foi transmitida em vários canais de TV por toda a Freny. Uma hora depois de passar na TV, o vídeo da reunião foi publicado em vários perfis do governo por vários sites pela internet, não antes de uma gravação das transmissões de TV serem postados por civis. A gravação tem quase 6 horas de conteúdo sem edição ou cortes (como prometido pelo governo, antes da reunião acontecer). Essa reunião foi muito importante para decidir o futuro de Freny, e para ajudar aqueles que não querem ou não tem 5 horas para ver a gravação inteira, iremos resumir ela aqui:

A Discussão sobre o Monopólio: Essa, foi inesperadamente a parte mais rápida da reunião. A maioria dos Daimios era contra o monopólio dos Kitaero, e isso se mostrou bem nessa parte da reunião. Porém, uma pequena parcela deles apoiavam os Kitaero, dizendo que eles estão apenas protegendo Freny dos perigos do mercado estrangeiro. Esses argumentos não foram o bastante para convencer a maioria, e com 5 votos a favor da abolição, e 4 contra, o monopólio dos Kitaero é abolido. Os liberais ganharam, por pouco.

A Discussão sobre a Igualdade em Freny: A Igualdade perante a lei era um tópico polêmico para os Daimios. Mas durante a discussão, da para perceber que os Conservadores tiveram dificuldades em oferecer bons argumentos contra dela, e os Liberais conseguiram defender o argumento de que essa desigualdade em Freny está humilhando a nação, fazendo com que nações de Tellus, incluindo de Tenshima, vejam Freny como uma nação atrasada. Os Liberais convenceram os Conservadores, e ganharam nesse ponto. Com 6 votos a favor da igualdade, e 3 votos contra, todos os Frenianos, independente de sua família, agora são tratados da mesma maneira.

A Discussão sobre a Censura em Freny: Foi a parte mais longa da reunião. Ambos os lados estavam dando argumentos a bons sobre a censura, mas, já que os Liberais ganharam as últimas duas discussões, os Conservadores sentiram que tinham que ganhar essa. Quase que milagrosamente, eles mostraram que conseguem ignorar as rivalidades, e até convencer alguns Liberais. A Censura em Freny permanece, com 6 votos a favor dela, e 3 votos contra. Os conservadores conseguem a vitória.

A Discussão sobre os Exércitos Pessoais: No começo, a maioria dos Daimios se mostrou a favor de manter seus exércitos pessoais. Porém, depois de um discurso inspirador pelo Daimio Nobayasu, do clã de Amago, em que argumentava que Freny poderia manter suas tradições, mas alcançar o Ocidente e se modernizar ao mesmo tempo, ele contou a força que um grande exército centralizado pode ter, usando grandes Impérios Ocidentais como exemplos e como esses mesmos Impérios conseguiram derrotar Tenshima no seu momento mais forte. Ele conseguiu convencer até os Daimios mais conservadores, e por unanimidade, os Daimios votaram a favor de centralizar o exército, banindo os exércitos pessoais deles. Os Liberais também ganharam essa discussão.

A Discussão sobre a Centralização de Freny: Deu pra sentir a tensão no ar nesse momento da reunião. Os Daimios, ainda inspirados pelo nobre discurso de Nobayasu, que trazia uma ideia forte de nacionalismo, e que com uma industria e exércitos fortes trariam grandeza a Freny, surpreendentemente, os Daimios pareciam estar a favor de finalmente centralizar a nação. A Rainha ainda fortaleceu essa chance, dando uma brilhante defesa a favor da centralização, assim como Nobayasu mostrando Impérios antigos e atuais Ocidentais, e o poder que uma nação unida pode fazer. Mas, apesar dessas ótimas defesas, por um voto, Freny continuará descentralizada.

Essa pequena diferença na parte mais importante da reunião, fez com que ela acabasse num ar de frustração. Os liberais conquistaram a vitória na maioria das discussões, porem essa última derrota, e um novo espírito nacionalista, os deixou querendo mais. Ainda se espera para ver qual resultado essa reunião terá no povo freniano, mas se acha que serão muitos. Os ventos da mudança ainda não pararam de soprar em Freny, e se espera que muito ainda mude nos próximos meses.

#Mestre

Freny
-Perde a característica "Sociedade Feudal", uma vez que os daimios perdem seu poder militar.
-Ganha 1 de inclusividade, pois a sociedade se torna mais igualitária
-Ganha bônus temporário de 3 em Atratividade, uma vez que o fim do monopolio da Kitaero abre uma série de oportunidades de investimento e negócios, a ponto de sair na primeira página da Yeika Finance em uma matéria que descreve o país como "promissor".

Informes da Mestragem

Quando um mestre postar alterações nos stats da ficha, o jogador deve observar:
Se o verbo estiver no imperativo, o jogador deve tomar a ação de alterá-la na ficha. Ex.: "Adicionar 2 pontos em Atratividade"
Se o verbo estiver no presente, o mestre já realizou alteração para ele. Ex: "Ganha bônus X"

Acordos Comerciais - Simples e de Livre Comércio - Qual a diferença?

Nos acordos comerciais, os jogadores "trocam" pontos de indústrias ao permitir livre acesso ou vantagens para indústrias do país parceiro. O país mais forte naquela indústria ganha pontos e o mais fraco perde. É uma forma de especializar sua indústria através de parcerias. Os acordos comerciais também aumentam as chances em rolagens de investimento estrangeiro.

No RP entre países capitalistas, é como se os países estivessem abrindo seus mercados um para o outro naqueles setores. Caso já sejam países com mercados 100% abertos, é como se estivessem fornecendo benefícios ou favorecendo aqueles setores.

Ex.: Se dois países A e B, com indústria Automobilística 12 e 8, respectivamente, fecham um acordo nessa área, A passa a ter 13 e B passa a ter 7 em Indústria Automobilística.

Se A e B tiverem indústria Agricultura 4 e 14, respectivamente, e incluírem essa indústria no acordo, A passa a ter 3 e B, 15 em Indústria Automobilística.

Países podem escolher até 4 indústrias por acordo, e podem fazer 1 acordo deste tipo por turno.

Já nos acordos de livre comércio, ao invés de abrir os mercados para apenas algumas indústrias, os jogadores passam a abrir para todas. A cada turno, as indústrias mais fortes de cada país "tiram" 1 ponto da mesma indústria do outro, fazendo um rodízio pelas 5 industrias sucessivamente maiores antes de repetir.

Subindo indústrias

Existem as seguintes formas de se melhorarem as industrias de um país:
- Via acordo comercial simples
- Via acordo de livre comércio
- Via investimento direto (Você gasta da sua reserva em caixa pra rolar um dado e ganhar 1 ou 2 pontos)
- Via investimento estrangeiro (Você investe em outro país ou outro país investe em você para você ganhar 1 ponto)
- Por crescimento espontâneo (Todo turno se rola um dado, se o resultado for menor que sua atratividade, você ganha 1 ou 2 pontos pra distribuir)

Cada uma dessas ações pode ser realizada uma vez por turno (Exceto por países com Nacional Desenvolvimentismo, que podem fazer algumas delas mais de uma vez)

Cônsul de Laeden anuncia múltiplos acordos comerciais

O Cônsul de Laeden, Gaspard D’Albignac, anunciou hoje a celebração de acordos comerciais com Repes e com Jandira.

“É com imenso prazer que eu venho comunicar que nossas tratativas com ambas as potências de Telephassa vieram a produzir frutos. Com isso, Laeden dá um ousado passo adiante no sentido de sedimentar nossa posição no cenário internacional como país próspero e aberto a negócios, ao mesmo tempo que fomentamos nossas atividades econômicas internas e permitimos o escoamento de nossa produção. Os acordos não poderiam ser mais benéficos, e acarretarão na entrada expressiva de novos produtos em nosso mercado interno, beneficiando os nossos cidadãos, que são nossa primeira e última preocupação.”

Em clima de comemoração pelos acordos firmados, um dos assessores do Cônsul entrou em maiores detalhes:

O acordo comercial limitado firmado com os repeseanos consistirá na exportação de produtos alimentícios, setor econômico no qual Laeden ocupa posição de destaque no cenário internacional. [b[Exportaremos bens de nossas indústrias alimentícias e de pesca. Repes, por outro lado, nos fornecerá bens oriundos de suas indústrias de eletrônicos e armamentos[/b], para equipar e possibilitar a tão necessária modernização de nossas forças armadas. Adicionalmente, o acordo inclui a permissão para que os repeseanos instalem uma base militar a cerca de 150 km ao oeste da ilha de Lethe, na costa Ocidental de Laeden. A ilhota onde a base se localizará é chamada de Iapet, e é desabitada, encontrando-se a algumas centenas de quilômetros ao norte da desembocadura do grande rio Astréon, na divisa entre Laeden e Auskerria.”

Diante da expressão de incredulidade dos jornalistas que o entrevistavam, uma vez que era inédito que Laeden autorizasse a instalação de bases militares estrangeiras nas cercanias de seus territórios, o assessor esclareceu:

“@Repes nos assegurou que fornecerá armamentos em quantidades maiores que as habituais, para compensar a instalação da referida base. Também irá nos fornecer assistência técnica e consultoria militar. É uma parceria estratégica que será benéfica a Laeden, sem contar que o acordo possui prazo de validade de 50 anos, permitindo às partes reavaliar a sua conveniência no final do prazo. Acreditamos que os custos advindos de ter uma base militar de uma potência estrangeira são compensados pela certeza de que, dentro de uma geração, nossas forças armadas serão referência no cenário internacional”.

Quando indagado acerca do acordo militar firmado com o Jandira, o assessor explicou:

“Esse é um acordo de livre-comércio, e, portanto, o governo federal não terá maiores ingerências. Contudo, pela natureza dos acordos de livre-comércio, esperamos incrementar nossas exportações alimentícias ao mesmo tempo que importamos produtos industrializados da sofisticada indústria de Jandira.
Porém, isto não é tudo. Com interesse de elevar o nível tecnológico de Laeden, o nosso governo firmou uma cláusula no acordo com Jandira, prevendo a instalação de um complexo educacional, com escolas, institutos tecnológicos e uma universidade, e de um complexo de pesquisa científica, dentro do território de Laeden. O governo laedeniano irá arcar com a construção e manutenção do referido complexo, enquanto Jandira se responsabilizará pelo envio de mão de obra qualificada, como tutores, professores e pesquisadores, bem como todo o maquinário e instrumentos tecnológicos necessários para a construção de laboratórios e afins, para permitir a plena operação dos complexos.”

A satisfação do assessor não poderia ser maior, e ao fim da entrevista, ele recomendou aos repórteres ficarem atentos aos anúncios do governo. Na tarde do mesmo dia, foi informado, por veículos oficiais, que o governo federal oferecerá 50 bolsas de estudo, anualmente, para estudantes laedenianos de destaque irem para Jandira. O Almirantado de Laeden, por sua vez, anunciou a realização de exercícios e manobras navais, para aumentar a prontidão da marinha nacional e proporcionar maior segurança para as águas por onde passarão as rotas comerciais estabelecidas recentemente.

"O país precisa de uma reforma burocrática", repete mais uma vez o Ministro da Economia.

Perguntado sobre a repercussão do pacote de medidas em apoio ao setor varejista do país que, segundo uma grande parte de economistas, não gerará os resultados que foram esperados e prometidos pelo governo zarkinista dentro do prazo estipulado, o Ministro da Economia, Otsuki Makoto, disse hoje aos jornalistas o seguinte:

"Os artigos só reafirmaram o que eu sempre disse: o país precisa de uma reforma burocrática. E, mesmo com as aprovações dos nossos pacotes de medidas eles não surtirão o efeito esperado até que nosso código tributário seja atualizado e simplificado, além de reformas serem feitas. Somente espero que o Congresso Nacional perceba o quanto isso é importante e acelere o andamento de nossas propostas."

Zarkin fecha Acordo de Livre Comércio com o Reino Unido de Sankerea

O presidente William L. G. Zarkin, que está em Sankerea sob viagem diplomática, assinou juntamente à imperatriz Lúthien IV um acordo de livre comércio entre ambos os países, baixando para zero as tarifas de importação entre os seus produtos.

Espera-se que a medida contribua para o fortalecimento de ambas as economias além de aproximar ainda mais seus laços diplomáticos.

Os preparativos para o fim de ano em Barzel

Em Barzel espera-se receber cerca de 2 milhões de visitantes nesse fim de ano e já estão sendo organizadas centenas de atrações e shows por todo o estado, com foco maior na cidade de Nova Heropole onde acontecerá seu maior evento: O Reveillon da Praia de Mahuá.

Já estão sendo montados palcos por toda a orla da cidade e as presenças dos músicos marturianos Agamemnom, Giulia Flores, Wandinha e Saloski, além das bandas Rote Revolution, Hecatombe e Maloca, já estarem confirmadas.

Post self-deleted by Magna Atlantica.

Anglannd

Polityk tydskrift

Parlamento aprova permissão de pesca da Baleia-do-Norte

O Parlamento de Anglannd aprovou na manhã de hoje a permissão solicitada por pescadores há anos, a de pesca das beleias-do-norte, típicas da região ocupada pelas Ilhas ânglias. A discussão vinha se alongando e sendo rechaçada por grupos ambientalistas de proteção ao animal.

Até ontem era proibida a pesca (em escala industrial) de algumas espécies de peixes em riscos de extinção e da Baleia-do-Norte, que se tornara símbolo do país desde o filme Yn 'e wei fan' e wetters (No caminho das águas) de 1973. Com o avançar da discussão, viu-se que o risco de extinção do animal, era tão baixo que não justificava a proteção, por isso, a carne da baleia-do-norte (comercializada desde 1972) volta às prateleiras do povo ânglio.

Obs.: Outras espécies de baleias são permitidas e fazem parte da cultura ânglia, sendo uma das carnes mais consumidas e apreciadas.

Jiyū to Rengō
_______________

Uma Freny Unida

Não faz muito tempo desde que a reunião de Shiro acabou, mas as mudanças que ela causou foram imensas tanto no governo quanto no povo Freniano. Inspirados pelos discursos dos Daimios Liberais, alguns movimentos nacionalistas surgiram em Freny, desta vez não pedindo a unificação de Tenshima, mas sim a de Freny, em um estado forte e de respeito. Esses movimentos nacionalistas estão se juntando a antigos movimentos religiosos, que dizem que os Daimios estão machucando a dinastia sagrada, a dinastia dos Takazaki. Eles dizem que "Freny não é um peça de um antigo Império quebrado que falhou, mas sim uma nação, independente, unida e forte.". Esses movimentos vão contra os antigos movimentos que pedem a unificação de Tenshima, e se espera que conflito entre eles aconteça em pouco tempo. A popularidade que eles estão ganhando é grande, principalmente agora que os Daimios estão, lentamente, perdendo força.

Rainha anuncia investimentos

Aproveitando o pequeno boom que a fim do monopólio dos Kitaero está causando em Freny, a Rainha disse que irá investir em algumas industrias. Os investimentos inicialmente irão para dois setores, o de Telecomunicação e de Biotecnologia. Alguns especialistas estranharam a seleção desses setores, o último em particular, mas a Rainha falou que são áreas pouco exploradas em Freny, e que a industria de Bioltecnologia tem um futuro promissor no mundo moderno.

Um Exército Centralizado

Como dito na reunião, os exércitos de Freny irão se centralizar. A Rainha fez um discurso sobre isso, e nele ela pediu desculpas a todos os povos de Kitai que foram afetados por Tenshima antes, durante ou depois da Terceira Guerra Mundial. Ela falou que milhões de pessoas foram mortas, e outras milhões sofreram durante a ocupação de Tenshima. O caos que ocorre na região de Semai e no resto do Extremo Oriente de Kitai é diretamente culpa de Tenshima. Se passaram décadas desde o ocorrido, e pela primeira vez Freny assume o erro, e pede desculpas. Ela também disse que não tem como mudar o passado, apenas o futuro. Um interesse em aumentar as relações de Freny com o resto de Kitai foi expressado, e para garantir isso, ela anunciou que os exércitos de Freny serão usados apenas para Defesa da nação, e de seus aliados, não para agressão. Por isso os renomeará para "Exércitos Defensivos de Freny", ou E.D.F, e garante que eles jamais serão usados numa guerra ofensiva. Ela admite as mudanças serem chocantes, e rápidas, porém pede que o povo Freniano entenda que a guerra não é mais um caminho que esse país irá seguir, não iremos matar mais milhões só para conseguir mais uma tonelada de ferro ou qualquer outro minério. Junto disso, ela também falou que em 2021 irá cortar gastos no exércitos, e redirecionar esse dinheiro em outras áreas mais importantes. Os tempos mudaram, e Freny precisa mudar também. A Rainha escolheu o caminho da paz.

    ~~~~~~~Convite para Tellus~~~~~~~

    Para todas as nações.
    Ocorrerá o casamento real da Kraldzerina Lúthien IV de Sankerea com o Príncipe Pétar Luwes-Nicken de Alissonovia.
    Gostaríamos da presença de todos os líderes das nações. (Até mesmo Bonderlands)
    Convidamos especialmente os líderes integrantes da CAN, Kraldzer Pétar Karl (Alissonovia), Regente Yanovich (Repes) , Kraldzer Tarsis III (Nosterviz).
    A festividade ocorrerá no Palácio de Âmbar em Serce.
    Aguardamos a presença de todos.


Siekiery, Ogień, Krew

«12. . .190191192193194195196. . .205206»

Advertisement