by Max Barry

Latest Forum Topics

Advertisement

WA Delegate (non-executive): The Technocracy of Imperio de Jandira (elected )

Founder: The Technocracy of Imperio de Jandira

Last WA Update:

Board Activity History Admin Rank

Most Influential: 168th Most World Assembly Endorsements: 290th Rudest Citizens: 345th+35
Most Scientifically Advanced: 412th Largest Information Technology Sector: 469th Highest Disposable Incomes: 505th Most Nations: 571st Most Valuable International Artwork: 573rd Smartest Citizens: 601st Most Cultured: 611th Largest Retail Industry: 636th Highest Poor Incomes: 748th Highest Average Incomes: 758th Most Inclusive: 796th Largest Publishing Industry: 868th Largest Black Market: 947th Highest Food Quality: 993rd Most Subsidized Industry: 1,123rd Most Armed: 1,150th Largest Manufacturing Sector: 1,160th Highest Economic Output: 1,201st Most Developed: 1,298th Largest Arms Manufacturing Sector: 1,351st Most Advanced Public Education: 1,355th Highest Wealthy Incomes: 1,374th Largest Governments: 1,377th Most Secular: 1,491st Most Beautiful Environments: 1,549th Healthiest Citizens: 1,699th Most Patriotic: 1,963rd Largest Furniture Restoration Industry: 2,000th Most Eco-Friendly Governments: 2,006th Most Advanced Defense Forces: 2,021st Most Extensive Public Healthcare: 2,044th Most Popular Tourist Destinations: 2,095th Lowest Crime Rates: 2,161st Most Efficient Economies: 2,388th Most Advanced Public Transport: 2,474th
World Factbook Entry

Região Novo Brasil


Que todo mundo seja bem-vindo à região Novo Brasil! Fundada por jogadores para jogadores na data de 14/01/2018!

Nossa região é focada num RP geopolítico de grande porte, portanto, mostre seus dotes diplomáticos e mostre que é capaz de gerir uma nação!

ATENÇÃO: nosso RP está focado completamente dentro do grupo de WhatsApp regional. Caso deseje participar, acesse no link abaixo!

Links Úteis: Índice – Regras Regionais | Factbook do Mapa Regional | LinkFacebook | LinkWhatsApp (ON) | LinkWhatsApp (OFF) | LinkDiscord | LinkMapa Regional


► INFORMAÇÕES DO RP

Ano atual do RP: 2023



  1. 5

    Modelo de Factbook para Overview

    FactbookOverview by Biblioteca regional . 123 reads.

  2. 16

    Atlas - O Mundo no Século XXI - Conheça os países da região

    FactbookInternational by Magna atlantica . 771 reads.

  3. 13

    Guia para desenvolvimento de bons roleplays na região

    MetaGameplay by Imperio de Jandira . 534 reads.

  4. 26

    Lista de Códigos do NS

    MetaReference by Lysandus . 956 reads.

▼ 1 More

Embassies: Portugal, Right to Life, Gypsy Lands, Union Mundial, Argentina, Imperium of the Wolf, Bus Stop, The Illuminati, United States of America, Oceania, Jamaica, Indonesia, Hollow Point, International Debating Area, Mongolia, New Mexico, and 114 others.Maryland, Kentucky, Australia, The Bar on the corner of every region, Senegal, Reality, Barbaria, Union of Socialist Powers, Singapore, Kylden, The Glorious Nations of Iwaku, The Nation of Nations and Friends, ITALIA, Hetalia, Slavija, Poland, Regionless, Avadam Inn, Organization of United Sovereign States, Agora, 0000, Turkic Union, Ozymandium, Greater Dienstad, Arconian Empire, Angola, Nintendo, Federation of Planets Headquarters, CISB, Yarnia, The Peaceful Coffee Shop In Chicago, Solid Kingdom, Eientei Gensokyo, New World Union, Cyberius Confederation, The Dank Meme Alliance, Free Market Federation, The Council of The Multiverse, Great Britain and Northern Ireland, Parkland, Okanagan, Knights of the Round Table, Two Letter, Ancient Lands, Republic of Russia, Sudan, Purgatory, The Gambia, Seattle, Future Earth, End 500, The Alterran Republic, The Junto Region, The Great Universe, Union Hispanica, Iveagh, Lardyland, Elparia, Roman Empire, The Sands, The Milky Way Galaxy, Bellatoria, The United Empires of Carson, Gay Equality, The Hodori Archipelago, Scandinavia, Sacrum Romanum Imperium, Realm of Unrestricted Science, Emirates of Futurnia, Deutschland, Japan, The Dawn of Unity, Anime and Memes Alliance, Cyterian Treaty Organisation, Rio de Janeiro, Non Aligned Movement, Latinoamerica Libre, Misanthropic Bloc, Chicken overlords, The Sea Of Love, Rhode Island, New Brunswick, Mississippi, Gabon, Pacific Union, Rhea, World, Malawi, Vermont Republic, Australian Capital Territory, Sao Paulo, Cote dIvoire, Wyoming, Galapagos, Bloco Liberal, Philippines, Novus Lucidum, The Galactic Empire of Britain, NationStatesHolics Anonymous, Skyrim, Union of Nationalists, The Independent Newspaper, Monarchist and Democratic Alliance, The Moderate Alliance, United Imperial Union, Train Station, Fredonia, The Interdimensional Community, Africa, Codex Ylvus, KoD lands, Asia, Great Aureania, and Undead Puppets.

Tags: Map, Medium, Multi-Species, Neutral, Offsite Chat, and Role Player.

Regional Power: High

Novo Brasil contains 31 nations, the 571st most in the world.

Today's World Census Report

The Rudest Citizens in Novo Brasil

World Census experts telephoned citizens from all nations at just before dinner time, in a study to determine which populations were most brash, rude, or brusque.

As a region, Novo Brasil is ranked 345th in the world for Rudest Citizens.

NationWA CategoryMotto
1.The Technocracy United Kingdom of GiraniaCivil Rights Lovefest“Unity for Freedom”
2.The United Kingdom of LeontinoCivil Rights Lovefest“Justice, Progress, Democracy and Freedom”
3.The Environmental agricultural of Alessandrian EmpireInoffensive Centrist Democracy“You Can't Stop Progress”
4.The Technocracy of Imperio de JandiraDemocratic Socialists“The future is now!”
5.The Monarchist Federation of XiburianNew York Times Democracy“Wealth, honor and tradition”
6.The Supranational Confederation of VelesteNew York Times Democracy“Kulturo kaj Kunlaboro fortigas nin!”
7.The Republic of EmboabasCivil Rights Lovefest“Populi, et a populo populo.”
8.The Empire of AlissonoviaInoffensive Centrist Democracy“Unity, Peace and Prosperity”
9.The Serenissima of Republica de MediciCapitalist Paradise“Senpre! Senpre! Senpre! Libartà!”
10.The United Kingdom of VenardiaInoffensive Centrist Democracy“Cum ardentibus lucernis”
1234»

Regional Happenings

More...

Novo Brasil Regional Message Board

#Mestre

FICHAS LANÇADAS. Preencha o seguinte formulário para adicionarmos as informações na sua ficha! Dúvidas, no zap regional ou mesmo TG para mim.

LINK DO FORMULÁRIO: https://forms.gle/NXUkBuhE64PzpJsq6

LINK DA FICHA (visualizar): https://docs.google.com/spreadsheets/d/1in6Jhl9ieJouclO-N7eNVWQFIAmG29Vw8xkMK55qo6o/edit?usp=sharing

Um rebate do ocorrido nessas últimas duas semanas

1 SEMANA

• Fim dos "Estados Confederados de Heremusia". Os 7 governadores e os demais colaboradores para secção do Império foram presos

• Para amenizar a situação está sendo negociado maior flexibilização administrativa para essa regiões étnicas

• A etnia Uqze se recusa a aceitar um acordo, uma ala do partido Uqze "Organização para Libertação" de extrema-esquerda se radicaliza em MORUQ (Movimento de Resistência Uqze)

2 SEMANA

• Governo anuncia plano de migração " Pax Orientalis ". População de etinia inueda receberão incentivos e diminuição em impostos para migrar para o Oeste afim de promover integração territorial

• MORUQ revendica ataque explosivo em navio cargueiro dias depois do anúncio do "Pax Orientalis".

OOC: This week Newspaper is published. If you like it then please do upvote it.

Thank You

Abomination

Reportagem Especial: A sangrenta guerra abonin chega ao fim

O antecedente

    Por séculos a cidade de Lancassa era sinônimo de uma tranquilidade profundamente espiritual, onde todos os dias eram iguais, todas as coisas ocorriam do mesmo jeito e todos seus habitantes tinham uma rotina milenar. A sua cidadela interna de Ualambor que é um complexo de templo e castelo que só pode ser acessado por outras castas uma vez ao ano era um símbolo da eternidade sobre o céu para todos os estrangeiros que conseguiam acesso, mas também para os abonins, ou abohalas para quem considera o gentílico politicamente incorreto, que enxergavam na imagem dele a garantia de que nada mudaria. O conforto de uma existência que subsistia apenas reproduzido o conhecido era a base de uma sociedade milenar que vivia em isolamento.

    Ualambor é totalmente habitada exclusivamente por pujaris, a casta sarcedotal, e não se ouvia falar de conflito na sociedade abohala desde os tempos imemoriais que precediam a profecia que gerou seu atual culto que pode ser traduzido como fé da Estrela Morta, a crença de um Universo em declínio e uma deidade moribunda que precisava ser sucedida com uma existência milenar de humanos que se sacrificavam a viver a abnegação e aceitação de todos os ritos que vão compor uma nova deidade, sobre a liderança do espírito do Vadila-Yama, o mais espiritual dos abohalas, que reencarnava de geração em geração, conduzindo a civilização para sobreviver ao colapso do Universo que precederá com a morte da deidade.

    Entretanto o mundo abohala foi profundamente abalado. Quando o seu penúltimo Vadila-Yama quis enfrentar o mundo exterior, cumprindo uma profecia antiga, que dizia que iria expor a verdade para a humanidade em declínio e congregar o último esforço do milênio final para libertar os fiéis da prisão material. Entretanto o Vadila-Yama foi e não voltou, mais que isso, os pujaris divulgaram que ele havia sucumbido ao declínio. Se o homem mais espiritual de uma geração encarnado pelo espírito mais avançado de todos os séculos pôde sucumbir – o que restava fazer? Os Pujaris, entretanto, não apenas disseram isso, mas eles queriam convocar o Vadila-Yama para desencarnar de um homem vivo para outro vivo. Durante séculos o espírito do Vadila-Yama ressurgia em gerações sortidas e os testes para encontrá-lo envolvia décadas de avaliação. A sociedade abonin sentia seu mundo tremendamente abalado.

    A percepção do fim dos tempos se espalhou em abonins de todo canto, à despeito da tentativa dos Pujaris manter o controle, e tudo se tornou cabal quando Ravana, o antigo Vadila-Yama exilado no exterior chegou no país com um exército profetizando palavras inéditas: que sua revolução faria Vadila-Yama surgir em cada abonin e acabar com o ciclo milenar do deus moribundo tornando todos e cada um dos abonins iguais num regime político novo: o socialismo. A guerra começou e o povo foi dividido. Um novo Vadila-Yama foi confessado pelos Pujaris, um sacerdote velho, que nunca foi testado pelos costumes, mas que defendia o velho mundo e um Vadila-Yama que teria sido excomungado, que vinha de fora com poder e sabedoria para guerra e professava um novo mundo revolucionário.

Os preparativos do combate final

    Nos últimos meses Ravana, o antigo Vadila-Yama, e hoje líder revolucionário mantinha um cerco tenaz com ajuda, principalmente do governo de Inuedo após tomar a iniciativa de usar a força para depor o que entendia um golpe político, não apenas desleal, como ilegal segundo os costumes abohalas. Entretanto, durante este período, Ravana foi obrigado algumas vezes se afastar para repelir forças leais de Rama Asura, o Vadila-Yama novo dos pujaris, de tentar cercá-lo ou quebrar seu sítio, mas Ravana tem a vantagem tática e técnica. Rama Asura contava com lealdade de forças na cidade e cria que Girania com suas forças estacionadas podia na última hora defendê-lo, a despeito da pressão para que o sistema político mudasse no país. Entretanto, as forças de Ravana mais treinadas, equipadas e assustadoras ainda controlavam a maior parte do território nacional - para Rama, a solução devia ser sobreviver ao cerco e buscar apoio estrangeiro. Os estrangeiros diziam que Ravana lutava com ciências do mundo exterior e do mundo interior Abohala, e suas forças tinham poderes sequer imaginado na cultura abonin. Generais leais à antiga ordem social simplesmente desertavam ao saber que as forças de Ravana após suas vitórias tenebrosas ocorriam. Apesar do esforço de Ravana de introduzir na sua revolução um rompimento com a mitologia e religião abohala, é impossível para abonins comuns não confundir seus "poderes" extraordinários e sua capacidade como algo mágico ou mesmo assustador. Rama Asura, por sua vez, utilizava isso como sua contra-propaganda, pois Ravana era o emissário do mundo em colapso para corromper o mundo espiritual. Ele era a morte da deidade moribunda encarnada, submetendo Abohala ao teste final.

    Entretanto, Ravana pressionado pelas circunstâncias internacionais e domésticas, desde questões sociais à logística, há meses hesitava em tomar uma decisão final. Há duas semanas, entretanto, ele planejou a data máxima para realizar seu golpe final contra Rama Asura. Um audacioso golpe de misericórdia que vinha adiando mesmo com insistência de seu mais leal comandante o taciturno Arkhara Dhrama, um perito em ações irregulares, clandestinas, inteligência e ação direta. Na noite de ontem a guerra civil abonin ganhou um novo capítulo, seu capítulo final quando finalmente o comandante da revolução Ravana Rakshasa adentrou hoje a capital da cidade após uma noite surpreendente, posto que Lancassa caíra por dentro, com ajuda das forças de Girania estacionadas na capital, que quebrando a neutralidade tomaram Ualambor inesperadamente. O golpe de Ravana foi poderosamente simbólico, mas igualmente complexo, afinal a revolução só foi bem sucedida pela força extra de uma potência estrangeira. Sem forçar entrada pelos portões, há quilômetros de distância, pela primeira vez desde o início da guerra, utilizando táticas modernas de combate, Ravana não precisou sequer dirigir artilharia e operações especiais como vinha se planejando por dias, mas a cidade caiu na madrugada sem esforço.

    Tudo se deu com uma marcha e comboio das forças gurcas giranianas que com a aproximação de Ravana pelas planícies ao redor da cidade, se adiantaram, e renderam as forças gurcas leais a Rama Asura que não esperavam apoio da força aliada, após a bem sucedida rendição, o comandante revolucionário abonin Arkhara Drahma foi saudado pelos comandantes giranianos e escoltado para dentro da fortaleza seguido dos seus valentes soldados temidos das unidades tugues que vinham equipados com tudo, aparentemente para caso desse errado, inclusive equipamentos de escalada. Aos revolucionários chegarem seu esforço fora de identificar os sacerdotes pujaris, e Rama Asura, o último Vadila-Yama. Ao adentrar a sala que o líder do país se refugiava, os gurcas giranianos o detiveram e o entregaram ao comandante Arkhara, aparentemente fora feito um acordo: sem derramamento de sangue, ao qual os revolucionários iriam cumpri.

    Assim sucumbiu um sistema político milenar profundamente religioso, com um grunhido de uma bota no pescoço, apoio internacional vindos de Girania à Inuedo, que também forneceu inteligência crucial para a liderança da Ravana. Durante milênios a civilização Abohala mantinha a ideia que isto seria o fim do mundo. A prisão de um Vadila-Yama no centro de Ubalambor, a cidadela de Lancassa, seria o final que todo abonin jamais pensaria, mas eis que estava ali, o Vadila-Yama destronado pelo Vadila-Yama banido, que havia discursado o fim da religião e trazia de fora de Abo a mensagem para dar liberdade aos cativos hereditários, tirar poder dos poderosos, dar nova causa as lâminas dos guerreiros e romper totalmente com o sistema de castas, agora vinha simbolicamente com a força do antigo Império. O Comandante Ravana se recusava sustentar o título antigo de Vadila-Yama, dizia que todos os cidadãos abonins eram um Vadila-Yama, que não há mais diferença entre ele e eles, mas os cidadãos da cidade também enxergavam que este ex-Vadia-Yama não era apenas um líder deles, ele também era o líder dos estrangeiros ali, sua causa tinha validação do mundo exterior todo.

O final

    Este era o sinal da derrota total da ordem antiga e da vitória da ordem nova proposta por Ravana como uma República Revolucionária de Abomination. Ravana, após anos de sua saída da cidade como soberano e líder religioso finalmente adentrou os portões da cidade com suas forças revolucionárias cercadas de escoltas de gurcas fardados com armas giranianas, montado num cavalo branco ladeado por veículos de guerra modernos, com uniforme militar. Entretanto, visivelmente ao chegar Ravana não estava totalmente contente, mais parecia resignado, ele chegou na cidade saudado pelas forças giranianas, não pelas forças tugues que tinha enviado, ele sabia que simbolicamente Rama Asura vivo, sobre proteção dos giranianos, com direito a julgamento e tudo mais, não era uma situação simples – representava uma transição convencional de poder e força, não uma revolução, e isso pode motivar certos conflitos. ele esperava encontrar seus leais soldados da ponta de lança, comandados por Arkhara Dhrama carregando a cabeça de Rama Asura, mas na verdade o via ali ao lado de comandantes estrangeiros desfilando diante da população abonin com Rama como um prisioneiro. A cena feria a expectativa de conflito escatológico aguardado, e ia ser necessário um esforço para introduzir aquele povo ao seu significado – Abo não era mais Abo, era um Estado Moderno. Todas as ocorrências tiveram algumas poucas fotos registradas por corajosos fotojornalistas que estão foto documentando a Revolução Abohala.

Síntese
O conflito em Abomination se encerrou.

Ravana Rakshasa toma o poder e com a intervenção de Girania um massacre é evitado, agora Rama Asura esta detido, mas isto desagrada parte dos abonins revolucionários que criam que era necessário uma punição capital de toda classe Pujari de Lancassa e Ualambor, sendo o principal representante deste grupo o grande comandante de Ravana, Arkhara Dhrama, que tem pressionado Ravana para renegociar a permanência de forças estrangeiras em Abo. O governo de Inuedo ganha grande influência na Revolução graça sua ajuda incondicional para Ravana, baseada na estratégia de união ao redor de uma política de integração leste-leste. Ravana imediatamente libera uma autorização especial para que Inuedo construa sua primeira embaixada e permite que o governo possa estabelecer laços comerciais com a Revolução.

Mestre: Alissonovia
Interessados: Girania, Inuedo, Kingdom of Irhk.

Nota do Player

Gente foi bem maneiro elaborar esse pequeno jogo. Agradeço vocês por participarem. Desde o início minha intenção era criar um jogo de informações assimétricas. Então havia um resultado caso ninguém intervisse já com o Mestre, e ele é testemunha de como a intervenção de vocês alterou o final. Vocês de certo modo tem detalhes que só vocês sabem, e isso pode ser aproveitado no jogo caso queiram continuar.

Efemérides - 2023, segunda edição

(I)

Comunicado especial das Forças Armadas de Avaron

Nos últimos tempos, uma série de escândalos de corrupção foram descobertos por investigações levadas a cabo pelo serviço militar de informações e inteligência, dentro da normalidade institucional, as evidências e informações acerca do ocorrido foram, em sua totalidade, informadas as autoridades da casa real, do governo e do legislativo, entretanto o desenrolar destes eventos nos bastidores governamentais, na família real e no gabinete de sua majestade, mostraram completa inação e até mesmo alinhamento com as práticas denunciadas.

Desta forma, após o ultimato enviado a Sua Mjestade, assinado pelos 19 membros do alto comando conjunto, ter sido sumariamente ignorado, e o Chanceler ter informado, por meio da Secretaria de Defesa, que os membros do alto comando seriam compulsoriamente reformados, foi necessária uma definição dos rumos do alto comando conjunto.

Assim, os dezenove oficiais membros, assim como outros 53 oficiais no comando de unidades das forças armadas, com execeção da guarda real, enviaram outro manifesto a Sua Majestade, solicitando a imediata readmissão dos oficiais do alto comando, e investigação rigorosa e detalhada das denúncias de corrupção que originaram toda a situação.

(II)

Chanceler Ivan Tretiak mantém palavra e afasta membros do Alto comando conjunto

Em anúncio publicado hoje, o Chanceler, após consultas com a casa real, com a Assembléia Nacional e com a Secretaria de Defesa, decidiu manter o informado dias atrás e afastar compulsoriamente todos os membros do alto comando conjunto das forças armadas, assim sendo, outros 19 oficiais serão promovidos por decreto da casa real para ocupar os postos deixados vagos.

Segundo o Chanceler: "A quebra de hierarquia e de autoridade da casa real e do governo sobre os assuntos militares não será tolerada". O Anuncio, no entanto, despertou críticas, o Vice-Chanceler Pavel Belikov, anunciou sua renúncia em protesto, assim como o Secretário de Comunicação e Informação, Andrei Saratov.

(III)

Governo prepara cortes de 50% na defesa para 2024 - Militares afastados acusam Tretiak de motivações políticas.

Em meio as discussões já encaminhadas na Assembléia Nacional para a elaboração do orçamento de 2024, o Chanceler tem pressionado por redução nos gastos com a defesa, que incluiriam o cancelamento da encomenda de duas fragatas pela marinha, da compra de novos caças pela aeronáutica, e modernização dos IFVs do exército, dentre outros programas sendo executados pela pasta.

Segundo o Chanceler: "Cortes em todas as áreas serão realizados, e a defesa se mostra uma área de especial possibilidade de cortes que não deverá causar disrupção de serviços e atividades governamentais básicas".

Os generais afastados declararam que as medidas propostas por Tretiak, foram politicamente motivadas, e que trata-se de uma represália pelas denúncias feitas de corrupção em diversos órgãos do governo.

Avaron wrote:Efemérides - 2023, segunda edição

(I)

Comunicado especial das Forças Armadas de Avaron

Nos últimos tempos, uma série de escândalos de corrupção foram descobertos por investigações levadas a cabo pelo serviço militar de informações e inteligência, dentro da normalidade institucional, as evidências e informações acerca do ocorrido foram, em sua totalidade, informadas as autoridades da casa real, do governo e do legislativo, entretanto o desenrolar destes eventos nos bastidores governamentais, na família real e no gabinete de sua majestade, mostraram completa inação e até mesmo alinhamento com as práticas denunciadas.

Desta forma, após o ultimato enviado a Sua Mjestade, assinado pelos 19 membros do alto comando conjunto, ter sido sumariamente ignorado, e o Chanceler ter informado, por meio da Secretaria de Defesa, que os membros do alto comando seriam compulsoriamente reformados, foi necessária uma definição dos rumos do alto comando conjunto.

Assim, os dezenove oficiais membros, assim como outros 53 oficiais no comando de unidades das forças armadas, com execeção da guarda real, enviaram outro manifesto a Sua Majestade, solicitando a imediata readmissão dos oficiais do alto comando, e investigação rigorosa e detalhada das denúncias de corrupção que originaram toda a situação.

(II)

Chanceler Ivan Tretiak mantém palavra e afasta membros do Alto comando conjunto

Em anúncio publicado hoje, o Chanceler, após consultas com a casa real, com a Assembléia Nacional e com a Secretaria de Defesa, decidiu manter o informado dias atrás e afastar compulsoriamente todos os membros do alto comando conjunto das forças armadas, assim sendo, outros 19 oficiais serão promovidos por decreto da casa real para ocupar os postos deixados vagos.

Segundo o Chanceler: "A quebra de hierarquia e de autoridade da casa real e do governo sobre os assuntos militares não será tolerada". O Anuncio, no entanto, despertou críticas, o Vice-Chanceler Pavel Belikov, anunciou sua renúncia em protesto, assim como o Secretário de Comunicação e Informação, Andrei Saratov.

(III)

Governo prepara cortes de 50% na defesa para 2024 - Militares afastados acusam Tretiak de motivações políticas.

Em meio as discussões já encaminhadas na Assembléia Nacional para a elaboração do orçamento de 2024, o Chanceler tem pressionado por redução nos gastos com a defesa, que incluiriam o cancelamento da encomenda de duas fragatas pela marinha, da compra de novos caças pela aeronáutica, e modernização dos IFVs do exército, dentre outros programas sendo executados pela pasta.

Segundo o Chanceler: "Cortes em todas as áreas serão realizados, e a defesa se mostra uma área de especial possibilidade de cortes que não deverá causar disrupção de serviços e atividades governamentais básicas".

Os generais afastados declararam que as medidas propostas por Tretiak, foram politicamente motivadas, e que trata-se de uma represália pelas denúncias feitas de corrupção em diversos órgãos do governo.

Oficiala Noto de la Supernacia Konfederacio de Velesto
Nota Oficial da Confederação Supranacional de Veleste

Vemos com tristeza o desenrolar autoritário e unilateral do Reino de Avaron qual com as investigações legais feitas pelas forças militares que foram politicamente suprimidas pelos poderes executivos e monárquicos tendo em vista o corte de orçamento recente. Destarte, a Confederação por meio desta nota encaminhará uma comitiva para garantir a conservação dos direitos civis num eventual desdobramento da situação, nossa preocupação com a defesa e cooperação com nações internacionais é fruto advindo do estreitamento de relações exteriores que tem o objetivo de unir Tellus e promover o bem-estar dos povos.

Projeto Worldbuilding

Segue a atual fase de construção de Veleste

Política: 100%
Mapas: 99% (em razão do atual RP das Ilhas Esperança que ainda não foi aberto)
História: 60% (até a metade do século 20 fora escrita)
Factbook: 85% (faltam a parte de Geografia [dependente de terminar a parte de Mapas] e Infraestrutura)
Economia: 100%
Cultura: 95% (ainda não foram apresentados os principais locais históricos)

Estão em construção a capital e a cidade vizinha Porto de Caneva e Caneva no jogo Cities Skylines, a intenção é proporcionar imagens da cidade para serem colocadas na área de Infraestrutura do Factbook.

Mestre: Alissonovia

Nota da Administração

O RP sofreu um Reboot e voltou ao século XVIII, e não, isto não é um engano ou piada. O ano voltou para 1790 e maior parte do Role-Play será no Whatsapp Regional, cujo link de acesso se encontra na descrição da região no WFE (World Factbook Entry).

O reboot contou com o apoio de maior parte dos jogadores envolvidos. Agradecemos ao CRJ, os jogadores, os mestres de RP (inclusive Imperio de Jandira, que retornou para essa nova modalidade do RP) pelo serviço prestado perante à comunidade brasileira no Nationstates, nesta região Novo Brasil pela história construída e ações realizadas, do período anterior a este novo reboot até a época atual.

Continuaremos fazendo história e nos reunindo novamente. Agora, principalmente no Whatsapp.

Localizações puderam ser trocadas, o mapa foi atualizado (mesmo mundo, mas alguns jogadores trocaram de lugar, por exemplo) e histórias poderão ser revisadas e trilhadas! Não perca essa nova era do RP!

No RMB, só serão postados coisas pertinentes como jornais, informações do país se assim quiserem, entre qualquer outra coisa que desejarem. Mas agora, o foco é no Whatsapp.

A Administração.

Cerberu wrote:Olá

Olá, bem-vindo à região!

O RPG foi transferido pro WhatsApp, cujo link está na descrição no WFE!

Certo, vou ver se participo.

Forum View

Advertisement